Telefone
(11) 4113 9145
Skype Twitter Facebook YouTube
Login
E-mail
Banner 177

Livro: — Médiuns Sensitivos Ou Impressionáveis. — Médiuns Audientes. — Médiuns

Continuação: O Livro dos Médiuns

Membro: Equipe Multi Ajuda    Autor - Fonte: Allan Kardec

Baixar o livro Indique esta página para um amigo

Anterior 2/151 Próxima - Ir para a página:  !  ! 
...icas. — Médiuns sensitivos ou impressionáveis. — Médiuns audientes. — Médiuns falantes. — Médiuns viden- tes. — Médiuns sonambúlicos. — Médiuns curadores.

— Médiuns pneumatógrafos.

CAPÍTULO XV — DOS MÉDIUNS ESCREVENTES OU PSICÓGRAFOS .............................................. 255 Médiuns mecânicos, intuitivos, semimecânicos, ins- pirados ou involuntários; de pressentimentos.

78 O LIVRO DOS MÉDIUNS CAPÍTULO XVI — DOS MÉDIUNS ESPECIAIS ............... 262 Aptidões especiais dos médiuns. — Quadro sinóptico das diferentes espécies de médiuns.

CAPÍTULO XVII — DA FORMAÇÃO DOS MÉDIUNS ....... 285 Desenvolvimento da mediunidade. — Mudança de caligrafia. — Perda e suspensão da mediunidade.

CAPÍTULO XVIII — DOS INCONVENIENTES E PERIGOS DA MEDIUNIDADE ......................................... 307 Influência do exercício da mediunidade sobre a saúde.

— Idem sobre o cérebro. — Idem sobre as crianças.

CAPÍTULO XIX — DO PAPEL DOS MÉDIUNS NAS COMUNICAÇÕES ESPÍRITAS ............................. 311 Influência do Espírito pessoal do médium. — Siste- ma dos médiuns inertes. –– Aptidão de certos mé- diuns para coisas de que nada conhecem: línguas, música, desenho, etc. — Dissertação de um Espírito sobre o papel dos médiuns.

CAPÍTULO XX — DA INFLUÊNCIA MORAL DO MÉDIUM .. 329 Questões diversas. — Dissertação de um Espírito sobre a influência moral.

CAPÍTULO XXI — DA INFLUÊNCIA DO MEIO ............... 341 CAPÍTULO XXII — DA MEDIUNIDADE NOS ANIMAIS ..... 345 CAPÍTULO XXIII — DA OBSESSÃO ........................... 354 Obsessão simples. — Fascinação. — Subjugação. — Causas da obsessão. — Meios de a combater.

CAPÍTULO XXIV — DA IDENTIDADE DOS ESPÍRITOS ... 376 Provas possíveis de identidade. — Modo de se distin- guirem os bons dos maus Espíritos. — Questões so- bre a natureza e identidade dos Espíritos.

Sem título-1 13/04/05, 16:20 89 SUMÁRIO CAPÍTULO XXV — DAS EVOCAÇÕES ........................ 404 Considerações gerais. — Espíritos que se podem evo- car. — Linguagem de que se deve usar com os Espíri- tos. — Utilidade das evocações particulares. — Ques- tões sobre as evocações. — Evocações dos animais. — Evocações das pessoas vivas. — Telegrafia humana.

CAPÍTULO XXVI — DAS PERGUNTAS QUE SE PODEM FAZER AOS ESPÍRITOS .................................. 441 Observações preliminares. — Perguntas simpáticas ou antipáticas aos Espíritos. — Perguntas sobre o futuro. — Sobre as existências passadas e vindou- ras. — Sobre interesses morais e materiais. — Sobre a sorte dos Espíritos. –– Sobre a saúde. — Sobre as invenções e descobertas. — Sobre os tesouros ocul- tos. — Sobre outros mundos.

CAPÍTULO XXVII — DAS CONTRADIÇÕES E DAS MISTIFICAÇÕES ............................................ 465 CAPÍTULO XXVIII — DO CHARLATANISMO E DO EMBUSTE ............................................... 480 Médiuns interesseiros. — Fraudes espíritas.

CAPÍTULO XXIX — DAS REUNIÕES E DAS SOCIEDADES ESPÍRITAS ................................ 496 Das reuniões em geral. — Das Sociedades propria- mente ditas. — Assuntos de estudo. — Rivalidades entre as Sociedades.

CAPÍTULO XXX — REGULAMENTO DA SOCIEDADE PARISIENSE DE ESTUDOS ESPÍRITAS ............... 523 CAPÍTULO XXXI — DISSERTAÇÕES ESPÍRITAS ............ 534 Acerca do Espiritismo. — Sobre os médiuns. — So- bre as Sociedades espíritas. — Comunicações apócrifas.

CAPÍTULO XXXII — VOCABULÁRIO ESPÍRITA .............. 575 Sem título-1 13/04/05, 16:20 9Nota da editora A tradução desta obra, devemo-la ao saudoso presi- dente da Federação Espírita Brasileira — Dr. Guillon Ribei- ro, engenheiro civil, poliglota e vernaculista.

Ruy Barbosa, em seu discurso pronunciado na ses- são de 14 de outubro de 1903 (Anais do Senado Federal, vol. II, pág. 717), em se referindo ao seu trabalho de revi- são do Projeto do Código Civil, trabalho monumental que resultou na Rép1ica, e que lhe imortalizou o nome como filólogo e purista da língua, disse: “Devo, entretanto, Sr. Presidente, desempenhar- -me de um dever de consciência –– registrar e agra- decer da tribuna do Senado a colaboração preciosa do Sr. Dr. Guillon Ribeiro, que me acompanhou nesse trabalho com a maior inteligência, não limitando os seus serviços à parte material do comum dos reviso- res, mas, muitas vezes, suprindo até a desatenções e negligências minhas.” Como vemos, Guillon Ribeiro recebeu, aos vinte e oito anos de idade, o maior prêmio, o maior elogio a que pode- Sem título-1 13/04/05, 16:20 1112 O LIVRO DOS MÉDIUNS ria aspirar um escritor, e a Federação Espírita Brasileira, vinte anos depois, consagrou-lhe o nome, aprovando una- nimemente as suas impecáveis traduções de Kardec.

Jornalista emérito, Guillon Ribeiro foi redator do Jor- nal do Commercio e colaborador dos maiores jornais da épo- ca. Exerceu, durante anos, o cargo de Diretor-Geral da Se- cretaria do Senado e foi Diretor da Federação Espírita Brasileira, no decurso de 26 anos consecutivos, tendo tra- duzido, ainda, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Livro dos Espíritos, A Gênese e Obras Póstumas, todos de Allan Kardec.

Sem título-1 13/04/05, 16:20 12Introdução Todos os dias a experiência nos traz a confirmação de que as dificuldades e os desenganos, com que muitos topam na prática do Espiritismo, se originam da ignorância dos prin- cípios desta ciência e feliz nos sentimos de haver podido com- provar que o nosso trabalho, feito com o objetivo de precaver os adeptos contra os escolhos de um noviciado, produziu fru- tos e que à leitura desta obra devem muitos o terem logrado evitá-los.

Natural é, que entre os que se ocupam com o Espiritis- mo, o desejo de poderem pôr-se em comunicação com os Es- píritos. Esta obra se destina a lhes achanar o caminho, le- vando-os a tirar proveito dos nossos longos e laboriosos estudos, porquanto muito falsa idéia formaria aquele que pen- sasse bastar, para se considerar perito nesta matéria, saber colocar os dedos sobre uma m...
Anterior 2/151 Próxima - Ir para a página:  !  ! 

Comentários:

Deixe aqui seu comentário sobre este livro:

Nome: Um valor é necessário.
Comentário: Um valor é necessário.
  CAPTCHA Image   Reload Image
Digite as letras abaixo:
 
Banner 175
Banner 151
Banner 153
Banner 172

Livros de Romances Para Ler ou Baixar

Livros de Autoajuda Para Ler ou Baixar Grátis

Livros do Chico Xavier - Baixar

Powerpoints Com Musica Para Baixar

Vídeos de Autoajuda Para Download

Cuidados Com os Animais Domesticos

Terapia de Regressão Sessão Única

Curso de Regressão de Memória

Loja MultiAjuda


0.125