Telefone
(11) 4113 9145
Skype Twitter Facebook YouTube
Login
E-mail
Banner 178

Livro: — Médiuns Sensitivos Ou Impressionáveis. — Médiuns Audientes. — Médiuns

Continuação: O Livro dos Médiuns

Membro: Equipe Multi Ajuda    Autor - Fonte: Allan Kardec

Baixar o livro Indique esta página para um amigo

Anterior 2/151 Próxima - Ir para a página:  !  ! 
...icas. — Médiuns sensitivos ou impressionáveis. — Médiuns audientes. — Médiuns falantes. — Médiuns viden- tes. — Médiuns sonambúlicos. — Médiuns curadores.

— Médiuns pneumatógrafos.

CAPÍTULO XV — DOS MÉDIUNS ESCREVENTES OU PSICÓGRAFOS .............................................. 255 Médiuns mecânicos, intuitivos, semimecânicos, ins- pirados ou involuntários; de pressentimentos.

78 O LIVRO DOS MÉDIUNS CAPÍTULO XVI — DOS MÉDIUNS ESPECIAIS ............... 262 Aptidões especiais dos médiuns. — Quadro sinóptico das diferentes espécies de médiuns.

CAPÍTULO XVII — DA FORMAÇÃO DOS MÉDIUNS ....... 285 Desenvolvimento da mediunidade. — Mudança de caligrafia. — Perda e suspensão da mediunidade.

CAPÍTULO XVIII — DOS INCONVENIENTES E PERIGOS DA MEDIUNIDADE ......................................... 307 Influência do exercício da mediunidade sobre a saúde.

— Idem sobre o cérebro. — Idem sobre as crianças.

CAPÍTULO XIX — DO PAPEL DOS MÉDIUNS NAS COMUNICAÇÕES ESPÍRITAS ............................. 311 Influência do Espírito pessoal do médium. — Siste- ma dos médiuns inertes. –– Aptidão de certos mé- diuns para coisas de que nada conhecem: línguas, música, desenho, etc. — Dissertação de um Espírito sobre o papel dos médiuns.

CAPÍTULO XX — DA INFLUÊNCIA MORAL DO MÉDIUM .. 329 Questões diversas. — Dissertação de um Espírito sobre a influência moral.

CAPÍTULO XXI — DA INFLUÊNCIA DO MEIO ............... 341 CAPÍTULO XXII — DA MEDIUNIDADE NOS ANIMAIS ..... 345 CAPÍTULO XXIII — DA OBSESSÃO ........................... 354 Obsessão simples. — Fascinação. — Subjugação. — Causas da obsessão. — Meios de a combater.

CAPÍTULO XXIV — DA IDENTIDADE DOS ESPÍRITOS ... 376 Provas possíveis de identidade. — Modo de se distin- guirem os bons dos maus Espíritos. — Questões so- bre a natureza e identidade dos Espíritos.

Sem título-1 13/04/05, 16:20 89 SUMÁRIO CAPÍTULO XXV — DAS EVOCAÇÕES ........................ 404 Considerações gerais. — Espíritos que se podem evo- car. — Linguagem de que se deve usar com os Espíri- tos. — Utilidade das evocações particulares. — Ques- tões sobre as evocações. — Evocações dos animais. — Evocações das pessoas vivas. — Telegrafia humana.

CAPÍTULO XXVI — DAS PERGUNTAS QUE SE PODEM FAZER AOS ESPÍRITOS .................................. 441 Observações preliminares. — Perguntas simpáticas ou antipáticas aos Espíritos. — Perguntas sobre o futuro. — Sobre as existências passadas e vindou- ras. — Sobre interesses morais e materiais. — Sobre a sorte dos Espíritos. –– Sobre a saúde. — Sobre as invenções e descobertas. — Sobre os tesouros ocul- tos. — Sobre outros mundos.

CAPÍTULO XXVII — DAS CONTRADIÇÕES E DAS MISTIFICAÇÕES ............................................ 465 CAPÍTULO XXVIII — DO CHARLATANISMO E DO EMBUSTE ............................................... 480 Médiuns interesseiros. — Fraudes espíritas.

CAPÍTULO XXIX — DAS REUNIÕES E DAS SOCIEDADES ESPÍRITAS ................................ 496 Das reuniões em geral. — Das Sociedades propria- mente ditas. — Assuntos de estudo. — Rivalidades entre as Sociedades.

CAPÍTULO XXX — REGULAMENTO DA SOCIEDADE PARISIENSE DE ESTUDOS ESPÍRITAS ............... 523 CAPÍTULO XXXI — DISSERTAÇÕES ESPÍRITAS ............ 534 Acerca do Espiritismo. — Sobre os médiuns. — So- bre as Sociedades espíritas. — Comunicações apócrifas.

CAPÍTULO XXXII — VOCABULÁRIO ESPÍRITA .............. 575 Sem título-1 13/04/05, 16:20 9Nota da editora A tradução desta obra, devemo-la ao saudoso presi- dente da Federação Espírita Brasileira — Dr. Guillon Ribei- ro, engenheiro civil, poliglota e vernaculista.

Ruy Barbosa, em seu discurso pronunciado na ses- são de 14 de outubro de 1903 (Anais do Senado Federal, vol. II, pág. 717), em se referindo ao seu trabalho de revi- são do Projeto do Código Civil, trabalho monumental que resultou na Rép1ica, e que lhe imortalizou o nome como filólogo e purista da língua, disse: “Devo, entretanto, Sr. Presidente, desempenhar- -me de um dever de consciência –– registrar e agra- decer da tribuna do Senado a colaboração preciosa do Sr. Dr. Guillon Ribeiro, que me acompanhou nesse trabalho com a maior inteligência, não limitando os seus serviços à parte material do comum dos reviso- res, mas, muitas vezes, suprindo até a desatenções e negligências minhas.” Como vemos, Guillon Ribeiro recebeu, aos vinte e oito anos de idade, o maior prêmio, o maior elogio a que pode- Sem título-1 13/04/05, 16:20 1112 O LIVRO DOS MÉDIUNS ria aspirar um escritor, e a Federação Espírita Brasileira, vinte anos depois, consagrou-lhe o nome, aprovando una- nimemente as suas impecáveis traduções de Kardec.

Jornalista emérito, Guillon Ribeiro foi redator do Jor- nal do Commercio e colaborador dos maiores jornais da épo- ca. Exerceu, durante anos, o cargo de Diretor-Geral da Se- cretaria do Senado e foi Diretor da Federação Espírita Brasileira, no decurso de 26 anos consecutivos, tendo tra- duzido, ainda, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Livro dos Espíritos, A Gênese e Obras Póstumas, todos de Allan Kardec.

Sem título-1 13/04/05, 16:20 12Introdução Todos os dias a experiência nos traz a confirmação de que as dificuldades e os desenganos, com que muitos topam na prática do Espiritismo, se originam da ignorância dos prin- cípios desta ciência e feliz nos sentimos de haver podido com- provar que o nosso trabalho, feito com o objetivo de precaver os adeptos contra os escolhos de um noviciado, produziu fru- tos e que à leitura desta obra devem muitos o terem logrado evitá-los.

Natural é, que entre os que se ocupam com o Espiritis- mo, o desejo de poderem pôr-se em comunicação com os Es- píritos. Esta obra se destina a lhes achanar o caminho, le- vando-os a tirar proveito dos nossos longos e laboriosos estudos, porquanto muito falsa idéia formaria aquele que pen- sasse bastar, para se considerar perito nesta matéria, saber colocar os dedos sobre uma m...
Anterior 2/151 Próxima - Ir para a página:  !  ! 

Comentários:

Deixe aqui seu comentário sobre este livro:

Nome: Um valor é necessário.
Comentário: Um valor é necessário.
  CAPTCHA Image   Reload Image
Digite as letras abaixo:
 
Banner 181
Banner 151
Banner 153

Banner 179

Powerpoints Com Musica Para Baixar

Vídeos de Autoajuda Para Download

Cuidados Com os Animais Domesticos

Livros de Romances Para Ler ou Baixar

Livros de Autoajuda Para Ler ou Baixar Grátis

Livros do Chico Xavier - Baixar

Terapia de Regressão Sessão Única

Curso de Regressão de Memória

Loja MultiAjuda

 

 


0.12